A história de uma bebida “fantástica” | Coca-Cola PT

A história de uma bebida “fantástica” | Coca-Cola PT

A origem da Fanta remonta a meados do século XX. Corria o ano de 1940 quando, em plena Segunda Guerra Mundial, os engarrafadores alemães de Coca-Cola encontraram problemas em conseguir o concentrado proveniente dos Estados Unidos. Daí surgiu a necessidade de criar um novo refrigerante que pudesse ser fabricado com produtos locais. Como alternativa, eles inventaram esta bebida refrescante, cujo nome é de origem incerta, embora existam várias teorias sobre isso.

 

Por um lado, alguns argumentam que o nome de Fanta deriva da palavra alemã "fantasie", que significa fantasia em português; outros, que foi escolhido pelo seu som refrescante e conotações agradáveis, que encaixaram como um anel no dedo dessa bebida. No entanto, a teoria mais difundida - e talvez mais plausível - é que o nome Fanta foi escolhido porque pode ser facilmente pronunciado em todas as línguas do mundo.

 

A verdade é que não se pode demonstrar com certeza por que a Fanta se chama Fanta, mas o que está comprovado é que essa denominação foi resultado de um concurso entre os trabalhadores da Coca-Cola na Alemanha.

 

Neste ponto, certamente muitos pensarão que Fanta nasceu laranja, mas nada poderia estar mais longe da verdade. E, com o avanço da guerra, a primeira Fanta foi produzida com os ingredientes disponíveis na época, já que muitos eram escassos. De fato, não era de surpreender que seu sabor mudasse de tempos a tempos, embora geralmente tivesse como ingrediente base o soro de leite.

 

Uma década após a guerra mundial, em 1955, a engarrafadora italiana de Coca-Cola sugeriu a criação de uma nova bebida com sabor de laranja, já que na Itália havia uma grande tradição de sabores cítricos. A empresa achou que era uma boa ideia e decidiram usar o nome usado durante a guerra na Alemanha. Foi assim que nasceu a Fanta Laranja, a variedade mais popular, presente em praticamente todos os países onde a marca é vendida.

 

A história de Fanta em Portugal

 

Em Portugal chegou em 1983 e, desde então, tem visto a sua família alargar-se. Em Portugal chegou em 1983 e, desde então, tem visto a sua família alargar-se.

Em Portugal, a Fanta Laranja chegaria em 1983 e, desde então, novos membros foram adicionados à família, como Fanta Ananás em 1991, Fanta Maracujá em 2005 e Fanta Uva um ano depois. A estas opções se juntaria em 2008 a Fanta zero açúcares adicionados (apenas com açúcar naturalmente presente nos sumos de frutas) para oferecer uma alternativa sem adição de açúcares.

 

Cada uma é para diferentes momentos e gostos, mas, parafraseando um anúncio clássico da Fanta dos anos 60, com toda dá gosto ter sede.

 

historia-fanta

 

Última atualização: 17/04/2020