A Fanta acaba de lançar uma nova garrafa e uma renovada identidade visual a pensar nas novas gerações de jovens. Modernos, com personalidade, dinâmicos, otimistas, divertidos e espontâneos – assim são eles. São cheios de vida e a alegria e os amigos fazem parte do seu dia-a-dia.

Por isso – e fruto de uma elaboração espontânea e divertida – a Fanta lançou uma nova e refrescante identidade visual, com um novo logótipo. Para acompanhar, brindou-nos também com a Slider de sabor a laranja, a nova garrafa, que já é possível encontrar nos pontos de venda habituais.

Não deixes de ver o novo anúncio da marca:

Segundo Óscar González, Brand Manager da Fanta, “parte do consumo de Fanta na hotelaria é noturno, pelo que queríamos projetar uma imagem mais adulta, ainda que sem renunciar à nossa identidade de marca: otimista, divertida e espontânea. Além disso, até ao momento existiam dois tipos de garrafas de vidro e por isso tínhamos também de estandardizar o desenho”.

Uma embalagem mais adulta, moderna, elegante e natural

Decidido o tipo de garrafa, estava na altura de realizar uma série de ajustes no desenho, de forma a adaptar às particularidades e necessidades do mercado, com uma etiquetagem visualmente mais limpa e em papel texturizado.

O resultado é uma embalagem mais adulta, moderna, elegante e natural – com o twist que lembra o ato de espremer uma laranja – sendo irreverente e festiva, que encaixa na perfeição com os momentos de consumo de Fanta, tanto diurnos como noturnos.”

A nova garrafa de Fanta é mais adulta, moderna, elegante e natural
A nova garrafa de Fanta é mais adulta, moderna, elegante e natural

O desafio técnico

O maior desafio passou por contar com um investimento que supõe “60 milhões de novas garrafas de vidro retornáveis, retirar as antigas garrafas em stock e realizar os ajustes necessários nas linhas de produção” afirma Cecilia Bonavita, Commercial Finance Manager da Coca-Cola Iberia. “Esta é uma proposta bastante atrativa e temos o precedente da garrafa contour, que funcionou bastante bem, pelo que acreditamos na recuperação desde investimento.” reforça. Tal como afirma a sua colega de departamento, Aitana Giménez, “não nos podemos esquecer que a Fanta e a Coca-Cola são as marcas mais tradicionais da Companhia, são o seu ‘core’”.

A nova garrafa da Fanta tem 237ml, sendo a mesma medida que a garrafa contour e é bastante similar também em termos de altura, diâmetro e painel de etiquetagem.

A forma original da garrafa foi também um desafio desde o ponto de vista técnico. Para que o consumidor compreenda a assimetria da garrafa, a etiqueta deve estar completamente centrada na curva ascendente e isso é algo que apenas as equipas de engarrafamento espanhol e portuguesa, das melhores do mundo, podem fazer” assegura Ángel Lanchares, Commercialization Manager na Coca-cola Ibéria e França, que enfatiza, a par da inovação, a contribuição das equipas locais ao projeto.

Os guardiões das marcas

Antes de um lançamento deste género, com um grande investimento e inovação criativa – o característico twist da nova garrafa – impõe-se um registo de marca tridimensional, que permite evitar as cópias.

Cecilia Bonavita, Camino González e Aurea García
Cecilia Bonavita, Commercial Finance Manager na Coca-Cola Iberia, Camino González, Category Manager na Coca-Cola European Partners e Aurea García, Consumption Channel Executive na Coca-Cola European Partners

Uma prática que fica a cargo do departamento legal e que “visa a proteção da garrafa pelos seus elementos distintivos e não por razões técnicas e de funcionalidade” explica Rocío Fernández-Bujarrabal, IP Europe Counsel na Coca-Cola. “Isto pressupõe um desafio gigante, porque a marca tem de convencer o Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o organismo responsável pelo registo das marcas, de que o consumidor, ao ver a garrafa, a associa a um produto empresarial”, comenta. “Ter uma marca registada faculta-te um direito de exclusividade, o que limita terceiros na hora de usar essa forma”.

A experiência melhorada do consumidor

Em 2017 chegou a vez da Fanta ter a sua nova garrafa de vidro, para que o consumidor tenha a possibilidade de “brindar a uma experiência perfeita no seu bar ou restaurante”, recorda Aurea García, Inmediate Consumption Channel Executive da Coca-Cola European Partners. O cliente é cada vez mais exigente porque os consumidores também o são, procurando cada vez mais um valor acrescentado. “Com todas as novidades, ajudamo-los a melhorar a sua proposta e, por isso, a fidelizá-lo”, afirma Camino González, Category Manager na Coca-Cola European Partners. 

Aitana Giménez, Ángel Lanchares, Rocío Fernández-Bujarrabal, Cristina Marchamalo,  Oscar González
Aitana Giménez, Commercial Finance Manager da Coca-Cola Iberia, Ángel Lanchares, Commercialization Manager na Coca-cola Iberia e França, Rocío Fernández-Bujarrabal, IP Europe Counsel na Coca-Cola, Cristina Marchamalo, Responsável da Marketing Adultos e Sabores na Coca-Cola Iberia Oscar González, Brand Manager da Fanta

No caso concreto da Fanta, que nasceu nos anos 40 e chegou a Portugal nos anos 80, “não queríamos que um consumidor adulto a recordasse como a sua bebida cítrica preferida dos aniversários de infância e adolescência e que agora, ao tomar um cocktail, a descartasse”. Com a nova garrafa de vidro, isso já não irá acontecer”, garante Carmino González. “Fanta tem já a sua própria Contour, e por isso não passa de moda”.

Artigo adaptado da Coca-Cola Journey Espanha