No próximo dia 24 de março às 20:30 o mundo inteiro apagar-se-á. Mas não há razões para alarme, não é a ultima previsão de Nostradamus, nem foi descoberto um novo final do calendário Maya. É o início da Hora do Planeta, uma iniciativa da WWF que nasceu em 2007 em Sidney para lutar contra as alterações climáticas e que este ano celebra o seu décimo aniversário.

Um ano depois da sua criação, em 2008, já se tinham juntado à iniciativa mais de 400 cidades de 35 países, e em 2017, mais de 7.000 cidades de 187 países e milhões de pessoas de todo o mundo apagaram as luzes como gesto simbólico para combater o aquecimento global.

Grandes monumentos como o Vaticano, o Empire State Building, a Torre de Pisa, a Torre Eiffel, o Pártenon e outros 12.000 em todo o mundo também se uniram e apagaram as luzes. No total, estima-se que durante essa hora a exigência energética seja reduzida em, pelo menos, 10%.

Quero participar na Hora do Planeta: O que tenho de fazer?

Para participar na Hora do Planeta só é preciso fazer uma coisa: apagar as luzes no dia 24 de março pelas 20:30. Se quiseres, também te podes inscrever no site da Hora do Planeta para registar a tua participação.

A Coca-Cola e o seu compromisso para combater as alterações climáticas

Ao longo destes anos, as empresas assumiram a sua responsabilidade e estão conscientes do papel que desempenham através da sensibilização, do apelo à ação e da implementação de medidas.

O compromisso da Coca-Cola com as alterações climáticas vai muito além. A Companhia estabeleceu objetivos muito ambiciosos a nível ambiental para 2020, como melhorar a eficiência do uso da água em 20%, contribuir para a manutenção de ecossistemas de água doce saudáveis, reduzir em 50% as emissões de CO2 nas suas atividades e em 35% as de toda a sua cadeia de valor ou devolver 100% da água consumida à natureza.