Uma das grandes ambições da Companhia Coca-Cola é ser líder enquanto empresa sustentável, gerando valor para os seus negócios, bem como para a sociedade e seus cidadãos. Para alcançar este objetivo, integrado na sua estratégia de negócio, há já muito tempo que passou do compromisso à ação, o que implica marcar a diferença em diversos campos de atuação, como na redução da pegada ambiental das suas embalagens.

Mas então, o que está a fazer exatamente nesta matéria? Estas são as iniciativas desenvolvidas pela empresa a nível global e pela Coca-Cola Ibéria, e os seus desafios futuros, para construir um mundo mais agradável para as gerações vindouras:

Recolher todas as embalagens para que nenhuma termine como resíduo, especialmente nos oceanos.

Como parte de Avançamos, a sua estratégia de sustentabilidade para a Europa Ocidental, a Companhia propôs-se a recolher e reciclar 100% do equivalente a todas as latas e garrafas que comercializar até 2025, apostar na inovação em embalagens sustentáveis e recicláveis e incentivar a cultura da reutilização e da reciclagem.

No nosso país, a Coca-Cola pôs em marcha Mares Circulares, o seu projeto mais ambicioso até ao momento para colaborar na limpeza das costas e dos fundos marinhos.

Cofinanciado pela Coca-Cola Company Foundation, não teria sido possível sem a ajuda do Ministério de Agricultura, Pesca e Alimentação espanhol, através do Secretariado das Pescas, a Fundação Ecomar e as associações Chelonia e Vertidos Cero, assim como a colaboração civil e cidadã através dos mais de 100 organismos públicos e privados entre municípios, ONG, universidades e associações.

Ao longo deste ano, através da associação Chelonia e com a ajuda de mergulhadores e marinheiros voluntários, vamos apostar na conservação de 10 Reservas Marinhas de Espanha e uma de Portugal. Para além disso, em colaboração com Vertidos Cero, e 12 confrarias de pescadores espanholas e portuguesas, será possível trabalhar com parte da frota de arraste para recolher lixo abaixo dos 80 metros de profundidade. E naquela que é, quem sabe, a ação mais ambiciosa do projeto, com o apoio das associações Ecomar e Chelonia, limpar-se-á 80 praias da Península, Baleares e Canárias.

Garantir que 100% das embalagens são recicladas e reutilizadas

As latas e as garrafas da Coca-Cola Ibéria são 100% recicláveis
As latas e as garrafas da Coca-Cola Ibéria são 100% recicláveis

A Companhia Coca-Cola permanecerá focada em continuar a desenvolver embalagens 100% recicláveis ou reutilizáveis. Neste sentido, a totalidade das embalagens da Coca-Cola Ibéria são recicláveis (as latas e garrafas PET) ou reutilizáveis (as garrafas de vidro para a indústria hoteleira).

Trabalhar para que 50% do material das embalagens provenha de plástico reciclado

Atualmente, cada garrafa de bebida refrescante e cada garrafa de água da Coca-Cola Ibéria contém 15% de PET reciclado. Em finais de 2018, as garrafas de bebidas refrescantes terão 23% de PET reciclado. Mas o objetivo é muito mais ambicioso: até 2025, as embalagens PET deverão conter pelo menos 50% de plástico reciclado.

Uma inovadora tecnologia de reciclagem química permitirá avançar nesta meta, pois, é capaz de converter o plástico PET até agora não reciclável em garrafas, roupa e produtos de uso diário, solucionando o problema atual da escassez de PET reciclado com qualidade para uso alimentar.

Neste sentido, a Coca-Cola para a Europa Central e Oriental passou a integrar, recentemente, o comité consultivo da DEMETO, um consórcio europeu que desenvolve tecnologia de reciclagem química. A Companhia espera começar a introduzir este material reciclado na sua cadeia de suprimentos em cinco anos.

Liderar a inovação em embalagens sustentáveis

Coca-Cola en España revoluciona el mercado español de las bebidas ecológicas y vegetales
AdeS es una gama de bebidas vegetales que fusiona lo bueno de las semillas -solas o con frutas- con un gran sabor,  y Honest es una gama de tés y cafés ecológicos listos para tomar. 

A The Coca-Cola Company continuará a apostar no desenvolvimento de novos materiais, como é o caso das resinas vegetais. Neste esforço de inovação, em 2009, introduziu a PlantBottle, um tipo de garrafa 100% reciclável composta por 30% de materiais de origem vegetal provenientes de um subproduto do processamento da cana de açúcar. O seu fabrico contribui para reduzir resíduos e tem uma pegada de carbono aproximadamente 12% menor do que a das restantes garrafas.

Justamente neste formato são comercializados dois dos últimos lançamentos da Coca-Cola Ibéria, AdeS e Honest.

Utilizar a força das suas marcas para consciencializar à cultura de reciclagem

Recolher todas as embalagens para que nenhuma termine como resíduo, especialmente nos oceanos
Juntamente com a limpeza das costas e leitos marinhos, as tarefas de formação e sensibilização são partes essenciais do projeto “Mares Circulares.”

Não se trata apenas de inovação, mas também de educação e sensibilização ambiental. Assim, a Coca-Cola utiliza a força das suas marcas para incentivar uma cultura de reciclagem e de preocupação com o meio ambiente entre fornecedores, clientes e consumidores.

Em Espanha, o projeto Mares Circulares contempla um ambicioso programa de sensibilização cidadã. Está previsto dar formação sobre a importância da reciclagem e da correta gestão dos resíduos a mais de 5.000 jovens em centros educativos e a mais de 5.000 adultos através dos municípios. Para além disso, ao longo do verão realizar-se-á atividades de sensibilização em 12 das praias concorridas do litoral espanhol e português.

Em alguns casos, as ações com os mais jovens incluirão visitas às reservas marinhas para lhes explicar, em primeira mão, o problema dos resíduos nestas áreas protegidos e no meio marinho em geral.

Porque se não conseguirmos mudar a consciência das novas gerações, nunca iremos pôr um ponto final aos resíduos que chegam aos nossos mares.