Uma das bases do sucesso da Coca-Cola é garantir a todos os consumidores de todo o mundo as mesmas normas de segurança e qualidade na sua bebida refrescante, independentemente do país onde se encontrem. 

A qualidade manifesta-se em cada uma das nossas ações e acompanha-nos em tudo o que fazemos. Desta forma, cada um dos ingredientes da nossa empresa assume em si esta missão, com o objetivo de garantir a qualidade nos nossos produtos.

Para alcançar os mesmos níveis de qualidade em todos os locais onde a Coca-Cola está presente, são utilizadas sempre as melhores matérias-primas disponíveis. Desta forma, todos os nossos produtos cumprem as expetativas de todos os consumidores, em todo o mundo. Além de se procurar continuamente a otimização dos processos industriais e logísticos, sempre sob a norma de ouro da Empresa: "Produto perfeito, de confiança, em qualquer lugar".

Compromisso com a qualidade

Garantir que oferecemos produtos da máxima qualidade aos nossos consumidores é prioritário para a empresa da Coca-Cola, e tentamos que estes saiam da fábrica para os lares com a intenção firme de manter a reputação e confiança perante o consumidor. Os ingredientes, embalagens, elaboração, armazenamento ou transporte dos produtos sejam elos de uma grande cadeia que une a Coca-Cola ao consumidor. Por isso, cada elo deve cumprir protocolos de conformidade rigorosos. Um compromisso que nos faz focar os esforços nas seguintes áreas.

Gestão dos fornecedores

Normas mundiais

Compromisso

Melhoria contínua em todo o nosso sistema mundial

Produtividade

Esta preocupação em entregar produtos de qualidade deve alargar-se a toda a organização dentro do Sistema Coca-Cola, que terá ainda de cumprir a legislação em vigor e as especificações e requisitos da Empresa. 

Para definir a qualidade, o Sistema Coca-Cola deve cumprir os seguintes pontos:

"Normas de ouro" de Qualidade: só as unidades de produção autorizadas pela The Coca-Cola Company fabricam produtos intermédios e finais, cumprindo os procedimentos aprovados para a produção, armazenamento e distribuição.

Sistemas de Gestão: garante-se a implementação da política de qualidade, normas e programas de gestão, proporcionando os recursos necessários para alcançar os objetivos de qualidade de cada organização.

Gestão e avaliação do risco: são utilizadas ferramentas de avaliação, tanto internas como externas, para garantir o cumprimento dos requisitos legais e próprios da The Coca-Cola Company, identificando, avaliando e abordando os riscos de qualidade e tendências emergentes.

Cumprimento legal: em cada um dos mercados onde está presente, são cumpridas as exigências legais locais.

Gestão de incidentes e Resolução de crise (Incident Management and Crisis Resolution (IMCR)): gestão de incidentes com o objetivo de, em primeiro lugar, proteger os clientes e os consumidores e, em segundo lugar, a marca e imagem da Empresa.

Fabrico: com a finalidade de as práticas de fabrico estarem em conformidade com os compromissos de qualidade, os produtos finais são codificados e etiquetados; os equipamentos de processamento e enchimento devem ser sujeitos às especificações da Empresa, e todos os processos devem ser continuamente monitorizados e controlados. 

Distribuição e mercado: de forma a garantir a qualidade e a integridade, são armazenados, processados, distribuídos, dispensados e comercializados ingredientes, produtos intermédios e produtos finais.

Objetivo: a máxima inocuidade

Para que a Empresa Coca-Cola cumpra as rigorosas normas de inocuidade nos produtos que fabrica e distribui, é mantido um controlo rigoroso em toda a cadeia de fornecimento, do princípio ao fim. Cada um dos colaboradores que interaja com os ingredientes, embalagens, elaboração, armazenamento ou transporte dos produtos é responsável por esta inocuidade que o Sistema Coca-Cola alia à sua reputação perante o consumidor.

Isto inclui o controlo da limpeza, higiene e controlo de pragas nas unidades de fabrico. Inclui também a realização de análises do produto para prevenir riscos químicos e biológicos: Boas práticas de fabrico, APPCC (Programas de Análise de Riscos e Pontos Críticos de Controlo) e Processos de Avaliação. Manter uma rastreabilidade bidirecional ao longo da cadeia de fornecimento (conhecer exatamente onde se encontra cada lata ou garrafa específica, desde o momento em que se produz até chegar ao consumidor, verificando pelo menos duas vezes por ano a capacidade do sistema para recuperar o produto a partir da sua distribuição no ponto de venda). Garantir a presença de selos de segurança (Tamper evidence) nos ingredientes, produtos intermédios e produtos finais através da cadeia de fornecimento, bem como controlar o acesso das áreas de fabrico e armazenamento dos produtos. Cumprir os requisitos legais locais de cada um dos mercados onde opera. E, por fim, recorrer apenas a fornecedores autorizados para a aquisição de ingredientes, embalagens, materiais e equipamentos utilizados no fabrico e distribuição dos produtos da Empresa.