Se a tua resposta é não, então nós ajudamos-te. Vem conhecer as sugestões que queremos partilhar contigo e faz alguém feliz neste Natal.

Sabias que existem lojas dedicadas exclusivamente a vender presentes de Natal indesejados? Sim, existem. E imagina que te deparavas com alguns dos presentes que ofereceste a alguém, a serem vendidos a estranhos.

Então, o que pode ser feito? Bem, embora não possamos garantir que a tua família ou os teus amigos vão adorar os teus presentes, há algumas sugestões que te podem ajudar a evitar catástrofes.

Compra para eles e não para ti próprio

Parece óbvio, no entanto é dos erros mais comuns. Por que razão tanta gente compra presentes para outras pessoas que, no fundo, desejariam que fossem para si? Isto acontece muito quando se trata de roupas e acessórios. Talvez adores a moda das leggings, mas já imaginaste a tua sogra com umas? Pensa nessa pessoa e na maneira como se veste e se arranja. Pergunta a ti próprio: o que elas gostam de usar e onde gostam de fazer compras? E se tens familiares adolescentes, evita roupas e acessórios. Nenhum adolescente quer ser vestido pela sua mãe ou pai – na verdade, muitos adultos também não querem ser vestidos pelos seus pais!

Pensa nos seus passatempos e interesses

Fazer uma lista dos passatempos preferidos dos teus entes queridos é uma boa maneira de começar. O que podias comprar para o teu melhor amigo ou familiar que pudesse ganhar o seu interesse? Mas atenção: faz a tua pesquisa primeiro – não é bom comprar para um tio fanático por pesca um equipamento para pesca à superfície se o seu interesse é por pesca submarina. Pesquisa os seus passatempos e fala com aqueles em seu redor para saberes o que eles já têm.

Não compres, faz!

Presentes feitos à mão são uma tendência, mas escolhe o destinatário sabiamente! Embora seja (provavelmente) seguro assumir que os teus pais vão adorar a tua tentativa de fazer um cachecol de crochet, outras pessoas podem não ser tão recetivas às tuas tentativas! Presentes personalizados são muito populares também. Porque não oferecer uma moldura com fotografias especiais?

Demora o teu tempo

Já te aconteceu ir às compras exclusivamente para uma coisa e chegar a casa com outra completamente diferente? O mesmo se aplica na compra de presentes. Faz a tua lista de presentes de Natal com antecedência (portanto… AGORA!) e dedica algumas horas fora das tuas tarefas para procurar lojas e pesquisar. Mantém algumas pessoas na mente enquanto procuras e mantém a tua mente aberta. É muito possível que encontres alguma coisa especial para a tua irmã enquanto procuras algum presente para o teu pai.

Esquece o preço

Quem está a oferecer tende a ficar obsessivo em relação ao preço de algum presente enquanto, na realidade, tudo o que importa para quem recebe é o quanto vai gostar. Isto é verdade para todas as idades. As crianças preferem os brinquedos mais baratos e mais simples em relação a tecnologias caras – e talvez até encontres o presente perfeito numa loja de caridade ou numa feira. Lembra-te que gastar muito numa pessoa não significa que elas adorem automaticamente a prenda, é mesmo a intenção que conta – não o preço.