Conquistar uma verdadeira igualdade de género em todo o mundo é um dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030. Uma das iniciativas mais poderosas lançadas até agora para alcançar esse objetivo chama-se HeForShe, a campanha da ONU Mulheres para “uma metade da Humanidade apoiar a outra metade, para o benefício de todos”.

“Quanto mais falo sobre feminismo, mais percebo que a luta pelos direitos das mulheres é, para muitos, sinónimo de odiar os homens. Se tenho a certeza de alguma coisa, é de que isto tem que acabar.” Foi o que concluiu a embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres, a atriz Emma Watson, no discurso emotivo e enérgico com que apresentou HeForShe a 20 de setembro de 2014 na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Milhares de homens já disseram sim a HeforShe

Desde então, centenas de milhares de homens juntaram-se a este movimento de solidariedade, o primeiro deste tipo da ONU, para lutar pela mudança social e cultural. Os signatários incluem personalidades do mundo da política, negócios, cultura e outras celebridades, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o ator Matt Damon ou o príncipe Harry da Inglaterra.

Até agora, a iniciativa já gerou mais de 1.000 milhões de conversações nas redes sociais, mais de 670.000 assinaram compromissos e mais de 1.000 eventos são realizados em favor da igualdade de género.

Milhares de homens já disseram sim a HeforShe

Coca-Cola reforça o seu compromisso com as mulheres

A Coca-Cola também deseja ser um agente de mudança positiva. E é por isso que se juntou aos outros signatários do HeForShe como um passo em frente no compromisso com a diversidade que a Companhia integra no seu modelo de negócio. Em Espanha e em Portugal este compromisso será especialmente importante no futuro, com a implementação de programas para apoiar a diversidade a nível interno e externo. Em ambos os casos serão iniciativas para fomentem tanto uma cultura inclusiva como a formação dos jovens e mulheres na sociedade, em atividades vinculadas à cadeia de valor da Coca-Cola.

Segundo dados das Nações Unidas, as mulheres representam quase 50% da população mundial mas apenas 39,8% podem trabalhar. Embora as pesquisas realizadas até ao momento indiquem que a incorporação das mulheres no trabalho tem um impacto positivo na empresa e melhoria na tomada de decisões, 95% dos CEO’s de grandes empresas ainda são homens.

De acordo com o Fórum Económico Mundial, nenhum país do mundo paga um salário igual a homens e mulheres. A continuar o ritmo atual, não haverá igualdade no local de trabalho pelo menos até 2095.

Se és daqueles que acredita que a igualdade entre homens e mulheres começa em ti próprio e que cada passo, ainda que pequeno, faz a diferença, podes deixar o teu compromisso HeForShe nesta página da ONU. Citando Emma Watson no seu famoso discurso de 2014: “Dá um passo em frente, mostra-te, expressa-te. E pergunta-te: se eu não posso, quem pode?; e se não é agora, é quando?”.