Andar de avião é ótimo. Andar de avião e confortável é ainda melhor! Quando já estás sobre as nuvens, aconchegado num cobertor, com um bom livro para ler e um excelente filme para ver, a rotina diária fica para trás. Horas depois, viajaste para outra dimensão, para outro mundo, para outro fuso horário. No entanto, existem coisas que não são assim tão extraordinárias, tais como: chegar desidratado, com dores no corpo e com o efeito do jet lag.

Então, o que podes fazer para chegares ao teu destino e te sentires bem?

1. Escolhe o lugar certo

Embora seja encantador ver as nuvens a desaparecer à medida que vais voando, o lugar “à janela” não é, de todo, o mais indicado para viagens mais longas. Normalmente, as pessoas que têm por habito viajar escolhem o lugar do corredor, trocando uma vista sob o céu e as nuvens para o pequeno espaço extra e acesso fácil à casa-de-banho.

Claro que vais ter, de vez em quando, uma pessoa a passar por ti. Mas pensa que qualquer razão para te levantares e te alongares durante o voo longo é boa! Existem várias aplicações que te podem ajudar a escolher o tipo de assento que melhor te convém, tais como SeatGuru e SeatPlans.

©Alguns preferem a saída rápida e eficaz do lugar do corredor. Outros preferem ver as nuvens a pairar no céu e visualizar a civilização


2. Consegue uma atualização de voo de última hora – se tiveres sorte

Às vezes (repetimos: às vezes), uma mera menção de uma ocasião muito especial, como uma lua de mel ou um aniversário, pode fazer com que passes a tua viagem na primeira classe. Claro que não iria funcionar se toda a gente fizesse isso! Portanto, não vale inventar!

Conseguir uma atualização para a primeira classe significa várias coisas: mais espaço para esticares as pernas e dormires em condições, mais qualidade no serviço e nos menus das refeições, entre outras coisas que te fazem sentir mais confortável durante a viagem.

3. Mexe-te!

Estares constantemente sentado na vertical, isto é, imóvel durante longos períodos de tempo pode fazer-te sentir dolorido e cansado. O teu sangue flui mais lentamente quando estás sentado e os músculos contraem. E – aqui a culpa é da gravidade – é muito mais difícil para o sangue circular à volta do coração.

É por estas razões que te sentes cansado, fatigado e com dores no corpo e na cabeça depois dos voos. Portanto, a melhor maneira de chegar em grande forma é a de exercitar durante o voo. Levanta-te mais vezes, estica-te, alonga os membros do teu corpo e anda a cada meia hora se conseguires. E evita cruzar as pernas quando te sentas. Segundo a Organização Mundial de Saúde, mesmo “uma ida regular à casa-de-banho é uma medida razoável” para ajudar na circulação do sangue.

©Não passes a tua viagem sem te levantares. Mexe-te!


4. Come menos

Uma vez que não vais ter um gasto energético muito grande porque não te vais mexer muito, é melhor limitar a quantidade de comida. Por mais tentador que possa parecer, tenta não comer tudo o que aparece no teu tabuleiro, só porque estás aborrecido. Para evitar a fome, bebe mais água. A sério, vais-te sentir melhor quando chegares.

©Come alimentos mais leves e bebe muita água quando estás num voo muito longo


5. Hidrata-te mais

O ar que respiras no avião vem de fora que, a 2400 metros de altitude, é seco como um deserto. Com tão pouca humidade no interior (menos de 25%), podes ficar facilmente desidratado. O teu corpo é (em estimativa) praticamente 60% de água. Se perderes uma fração desta percentagem, a tua função cognitiva, o teu humor e a tua energia vão decair.

A desidratação pode secar os olhos, o nariz e a garganta, fazendo com que sintas comichão e fiques irritado.

Mantém-te hidratado: bebe muita água e outras bebidas refrescantes. Comer fruta fresca também ajuda. Limita ou evita o álcool durante a viagem, uma vez que te desidrata ainda mais.

6. Acaba com o jet lag

jet lag é inevitável se estás a viajar para um local distante. E, quanto mais velho és, mais intenso será o jet lag. Dá um pouco de tempo para te ajustares à nova rotina e ao novo ambiente.

Se chegas durante o dia, dá um pequeno passeio e aproveita o sol. A luz solar e o ar fresco são estimulantes naturais que te ajudam a manter acordado até que seja hora de dormir. Se não comeste muito durante o voo, vais chegar com muita fome. Repõe as energias com um lanche saudável e tenta ter a tua refeição principal perto da hora da refeição local tanto quanto possível.

Beber muita água e outras bebidas refrescantes ajuda a cortar o efeito do jet lag! Não podemos deixar de salientar este ponto.


Quando estás animado porque vais viajar, conhecer um novo destino, explorar novos sítios, viver novas experiências, a tua mente não sente tanto o efeito do jet lag, portanto vais-te desligar dele muito mais rapidamente! Fica positivo. Diverte-te. E tira selfies para mais tarde recordar!

7. Descobre as APP’s ideais

Existem inúmeras aplicações no mercado destinadas a diminuir o efeito do jet lag. Embora não tenhamos ainda experimentado todas e, portanto, não consigamos comprovar a 100% que funciona bem, não perdes nada em experimentar. Se tens problemas em redefinir o relógio biológico, podes encontrar uma aplicação que funciona para ti. Aplicações como a Sleep Genius e a Simply Beingpodem-te ajudar a adormecer e a acordar na hora certa. Experimenta!

A Coca-Cola espera que estes conselhos tenham sido úteis para a tua próxima viagem!