As embalagens são fundamentais na indústria alimentar, já que ajudam a que os alimentos se mantenham frescos durante mais tempo e possam ser transportados para qualquer parte do mundo. Sem as embalagens, uma grande quantidade de alimentos seria desperdiçada no mundo, por dia. Desta forma, as embalagens são muito importantes para a Coca-Cola, uma vez que são nossas aliadas para transportar de forma segura e proteger as bebidas, e para que estas cheguem com a mesma qualidade a todos os consumidores. Para a seleção e desenho das embalagens temos em consideração a origem sustentável dos materiais até ao ciclo completo da embalagem.

Por um lado, a Coca-Cola pesquisa em conjunto com os seus fornecedores para conseguir embalagens mais leves. Na mão, mais um grama ou menos um grama numa garrafa pode parecer irrelevante, mas quando milhares de garrafas são mais leves, o transporte é mais eficiente ao transportar mais embalagens e os recursos utilizados para as fabricar são menores. Ao longo destes últimos anos, conseguimos reduzir o peso em praticamente todos os produtos.

Todas as inovações contam: por exemplo, quando reduzimos em 4 mm o tamanho da tampa e o bocal das garrafas PET, conseguimos poupar 2 mil toneladas de plástico. Cada grama conta e a Coca-Cola continua a investigar o desenvolvimento de novos sistemas que nos permitam utilizar menos matérias-primas, obtendo embalagens mais leves mas com a mesma qualidade. Além disso, uma embalagem mais leve representa menos peso no transporte e tudo isso contribui para uma pegada de carbono mais pequena.

Embalagens mais leves: menos matéria-prima, menos pegada de carbono

Cada utilização precisa de uma embalagem distinta. Desta forma, os produtos da Coca-Cola podem ser transportados de uma forma mais fácil e podem adaptar-se às diferentes necessidades dos consumidores. No entanto, em todos os casos a nossa prioridade tem sido reduzir o peso das embalagens e manter um desenho com a máxima eficiência e menor impacto ambiental. Vejamos as embalagens da Coca-Cola em Portugal:

Garrafa de vidro reutilizável: pode encontrá-las nos bares, cafés, restaurantes e hotéis. O vidro é totalmente reciclável sem limite de vezes e muito resistente. A principal particularidade destas garrafas é que, uma vez utilizadas, são recolhidas ao estabelecimento e voltam para as unidades de engarrafamento. Aqui são lavadas com detergente e água a altas temperaturas, passam por uma inspeção eletrónica antes de serem novamente cheias.

Desta forma, uma só embalagem pode ser utilizada até 35 vezes, depois das quais é levada para uma unidade de reciclagem de vidro onde será reciclada e tornará a fazer parte de outro objeto de vidro. Conseguimos reduzir o peso desta embalagem tão polivalente: de 372 gramas passou a 330 gramas, e atualmente baixou mais 6%: hoje só pesa 309 gramas.

Botella de vidrio no rellenable: En los supermercados también puedes encontrar otras botellas de vidrio, pero a diferencia de las de los bares, son de un solo uso. Por eso podemos hacerlas más ligeras: solo pesan 170 gramos. Una vez consumidas, se depositan en el contenedor de vidrio, el verde, para que puedan ser recicladas en forma de nuevos envases o materiales de vidrio, ya que se trata de un material reciclable infinitas veces.

 Latas de alumínio: As latas da Coca-Cola conseguiram tornar-se um clássico, mas isso não significa que não tenham mudado. Têm-se tornado mais leves, o que significa que utilizam menos matéria-prima e assim tornam-se mais leves. Há uns anos, o peso era de 35,3 gramas, e temos trabalhado para o reduzir em 31%: atualmente, cada lata pesa apenas 24 gramas e a sua espessura é de 0,210 milímetros.

Garrafas de plástico PET: Este é o tipo de embalagem que permite uma melhor proporção entre a quantidade de bebida e peso do material. O plástico com o qual são fabricadas as garrafas é PET (polietileno de tereftalato), um material ideal para a indústria alimentar pela sua transparência e elevada resistência. Além de ser totalmente reciclável.

Tal contribui também para o compromisso ambiental da Coca-Cola. Cada garrafa de refrigerante com gás que produzimos contém 15% de PET reciclado, e as de AquaBona 10%. Além do mais, a Coca-Cola não utiliza plásticos diferentes nem multicamadas, nem utiliza cores escuras nem garrafas opacas. Estas medidas contribuem para a agilização da reciclagem, de forma a que qualquer garrafa pode ser facilmente processada numa unidade de tratamento de PET em Espanha.

O seu peso foi melhorado, tendo sido diminuído nas garrafas pequenas em cerca de 8% e 12% nos últimos anos. A garrafa PET de 2 litros passou dos seus 72 gramas anteriores para os 46,7 gramas atuais: uma redução de 35%.

Como são recicladas as embalagens?

Se bem te recordas, cada embalagem de Coca-Cola tem um símbolo circular verde. Este símbolo significa que cumprimos o nosso dever de garantir a reciclagem da embalagem. E a Coca-Cola faz parte da Ecoembes, a associação sem fins lucrativos que gere a reciclagem de embalagens no país vizinho.

Estes gerem acordos com os municípios e unidades de reciclagem para garantir que as embalagens utilizadas, que são depositadas no contentor amarelo, têm o tratamento adequado. Graças à tua colaboração, em 2013 foi possível reciclar 71,9% das embalagens, um número que não para de crescer e que está 17 pontos acima dos objetivos da UE.

E a reciclagem das embalagens é uma parte fundamental para garantir a sustentabilidade e voltar a começar o ciclo. Fabricar uma nova embalagem a partir de outras evita não só que muitos resíduos acabem no aterro, mas também permite reduzir significativamente a energia consumida e, desta forma, a pegada de carbono.

Quando deposita uma embalagem no contentor amarelo, esta é transportada para as unidades de seleção. Aqui, as embalagens são separadas de acordo com o material: as embalagens de aço são retiradas com um íman, as de alumínio com correntes e Foucault e as de plástico são organizadas com separadores óticos em grupos diferentes: PET, polietileno, plástico misto e filme. Estes materiais, já separados, são agrupados e enviados para a unidade de reciclagem correspondente.

Como prova da sua aposta na sustentabilidade, a Coca-Cola criou a PlantBottle, mais um passo para o tratamento de uma garrafa de plástico, comercializada em Espanha no formato de 500 ml. Esta garrafa inclui 30% de materiais de origem vegetal na sua formulação, provenientes de um subproduto do processamento da cana de açúcar. Desta forma, o seu fabrico contribui para a redução de resíduos e tem uma pegada de carbono sensivelmente 12% menor do que nas outras garrafas.

Já foram distribuídas mais de 20 mil milhões de PlantBottle (em Espanha estão a ser comercializadas aproximadamente 16 milhões de garrafas por ano). Tal como as outras garrafas PET, estas são, obviamente, totalmente recicláveis, para que o ciclo se mantenha. O próximo desafio que a Coca-Cola está a preparar é a criação de uma PlantBottle elaborada integralmente a partir de materiais renováveis provenientes de plantas.

Papel e cartão sustentável

 Mas não é só o plástico, alumínio ou vidro das embalagens. A Coca-Cola é ainda membro da Rede Ibérica de Comércio Florestal desde 2008, que promove um consumo responsável e sustentável de produtos florestais para ajudar a proteger as florestas ameaçadas e acabar com a exploração madeireira ilegal.

Promove também a utilização de papel, cartão e madeira com selo FSC (Forest Stewardship Council) para as suas etiquetas, embalagens e material publicitário. Mas é também um compromisso interno: desta forma, o mobiliário, carpintaria e papel dos escritórios da Coca-Cola têm também selo FSC. Este selo garante a origem social e ambiental responsável dos produtos certificados.