1. Qual é o objetivo desta informação?

Esta informação é o primeiro passo essencial a dar para que a Coca-Cola em Portugal partilhe de uma forma completamente clara as suas parcerias na área da saúde e bem-estar. Este espaço de informação permite que se possa aceder abertamente às nossas parcerias de uma forma mais simples. Vamos atualizar esta informação uma vez por ano.

2. Que outras ações a Coca-Cola em Portugal vai realizar para partilhar as suas parcerias?

Partilhar o nosso apoio a parcerias na área da saúde e bem-estar é um primeiro passo nos nossos esforços para sermos ainda mais claros. Vamos atualizar esta informação uma vez por ano.

3. Porque é que estão a comunicar neste momento esta informação?

Queremos ser claros quanto aos nossos apoios a parcerias na área da saúde e bem‑estar. Em 2016, publicámos uma lista de parcerias na área da saúde e bem-estar que apoiámos em Portugal e comprometemo-nos a publicar esta informação uma vez por ano.

Agradecemos os vossos comentários e perguntas complementares e específicas a este respeito. Contacte-nos através do e-mail: asuntoscientificos@coca-cola.com

4. Que tipo de informações estão previstas?

Incluímos o apoio económico, através de colaborações em jornadas, congressos ou simpósios prestados pela Coca-Cola em Portugal a parcerias na área da saúde e bem‑estar a entidades jurídicas sedeadas em Portugal ou essencialmente focadas em Portugal.

Excluímos o apoio económico de entidades não sedeadas em Portugal. Encontram-se igualmente excluídos:

  • Pesquisa sobre ingredientes, embalagens, produtos ou marcas que não estão relacionados com a ingestão alimentar, nutrição e saúde ou com a atividade física.
  • Pesquisa e desenvolvimento de novos ingredientes, embalagens, produtos ou marcas.
  • Ações de formação interna que a companhia realiza.
  • Ações de formação externa que se realizaram diretamente enquanto Coca‑Cola em Portugal.

Por favor veja detalhes mais completos do que está incluído e excluído nesta divulgação aqui.

5. Ao que se referem com o termo “parcerias” nesta informação?

Para efeitos da informação que publicámos, utilizamos o termo “parceria” para referir a nossa relação com entidades sediadas em Portugal que receberam apoio económico da Coca-Cola em Portugal para apoiar os seus programas de saúde e bem-estar e as atividades de comunicação realizadas em Portugal entre 2010 e 2016, como sejam jornadas, congressos ou simpósios.

6. A Coca-Cola em Portugal desenvolve investigação sobre saúde e bem-estar?

A Coca-Cola em Portugal não desenvolve a sua própria investigação sobre saúde e bem-estar. No entanto, apoiamos parcerias na área da saúde e bem-estar propostas por instituições de investigação e universidades respeitadas e independentes, conforme detalhado na nossa informação publicada, o que inclui algumas das mais respeitadas universidades, instituições e organizações do país.

Estamos a desenvolver a nossa abordagem para apoiar as parcerias na área da saúde e bem‑estar. No início de 2016, começámos a implementar a nível internacional um conjunto de princípios orientadores que definem como a nossa empresa irá apoiar economicamente as parcerias na área da saúde e bem-estar. Por favor, clique aqui para mais informações.

7. Porque é que desenvolveram estes novos princípios para as parcerias?

Desenvolvemos novas orientações para nos ajudar a avaliar e definir o nosso apoio às parcerias na área da saúde e bem-estar. Reconhecemos que é uma oportunidade para colaborar, não enquanto único financiador, mas sim com outros parceiros nos apoios económicos, tal como se faz em congressos ou eventos na área da saúde e bem-estar. Para mais informações, por favor clique aqui.

8. Como é que os novos princípios orientadores se aplicam ao apoio económico das parcerias na área da saúde e bem-estar?

Os novos princípios orientadores servem de base ao nosso roteiro para as parcerias na área da saúde e bem-estar. Estes definem o nosso compromisso e garantem que as nossas intenções são suficientemente claras e abertas. Todas as futuras parcerias relacionadas com a saúde e bem-estar serão avaliadas de acordo com as novas diretrizes.

9. Porque é que a Coca-Cola em Portugal concede apoio através de parcerias na área da saúde e bem-estar?

Entendemos que o apoio económico prestado através de parcerias na área da saúde e bem-estar é uma parte importante de como qualquer empresa deve atuar de forma responsável. Enquanto principal produtor de bebidas, cujos produtos são consumidos por pessoas, acreditamos que temos a responsabilidade de compreender o papel que desempenham as nossas bebidas na dieta diária.

No início de 2016, começámos a implementar a nível internacional um conjunto de princípios orientadores que definem como a nossa empresa irá apoiar economicamente as parcerias na área da saúde e bem-estar. Por favor, clique aqui para mais informações.

10. Quando é que publicam as vossas iniciativas no âmbito das parcerias na área da saúde e bem‑estar no vosso site? Que garantia temos de que a informação está completa?

Atuamos com o máximo rigor para revelar todo o apoio económico relevante em relação a parcerias na área da saúde e bem-estar. Se alguns detalhes que preenchem os critérios para a sua inclusão são omissos, iremos publicar na próxima atualização, que pretendemos realizar uma vez por ano.

11. Porque é que a Coca-Cola em Portugal apoia organizações científicas de saúde e bem-estar?

Apoiamos atividades e projetos como jornadas, congressos ou simpósios com organizações para ouvir e aprender com a sua vasta experiência independente e, assim, eles poderem proporcionar informação relevante para os nossos produtos e ingredientes. Isto ajuda a uma melhor compreensão, interpretação e comunicação das nossas ações enquanto negócio, oferecendo mais opções aos consumidores.

Apoiamos também um vasto número de organizações porque criam, executam e promovem programas e realizam campanhas de sensibilização com foco na saúde e bem-estar. Também proporcionamos apoio com colaboração económica às organizações que estão focadas em sensibilizar e educar as pessoas sobre aspetos gerais de alimentação, saúde e bem-estar.

Proporcionamos apoio económico para promover os esforços desenvolvidos por estas organizações através da Coca-Cola em Portugal.

Tratam-se de entidades públicas ou organizações privadas sem fim lucrativo. Quando estas entidades realizam atividades educativas com o nosso apoio, têm que o fazer sem fim lucrativo.

No início de 2016, começámos a implementar a nível internacional um conjunto de princípios orientadores que definem como a nossa empresa irá apoiar economicamente as parcerias na área da saúde e bem-estar. Por favor, clique aqui para mais informações.

12. Esperam que as organizações que recebem o apoio da Coca-Cola em Portugal promovam os vossos produtos?

Não. Concede-se o apoio económico de forma incondicional para apoiar a missão e os objetivos de cada organização.

13. Que ações desenvolve a Coca-Cola em Portugal para reduzir o consumo de açúcares e calorias?

  • Oferecemos aos consumidores mais opções para que possam escolher bebidas que melhor se adaptam ao seu estilo de vida. A Coca-Cola em Portugal tem atualmente uma versão sem adição de açúcar, light ou zero na maioria das variedades de bebidas.
  • Nos últimos 16 anos, a Coca-Cola em Portugal conseguiu reduzir 23,5% do aporte de açúcar ou calorias por litro do total de vendas das bebidas da empresa e 5,6% durante o ano passado em comparação com 2015. 
  • As bebidas sem açúcares ou sem calorias da companhia no nosso país representaram 19% das vendas em 2016.
  • Comercializamos embalagens mais pequenas e atualmente dispomos de formatos com 150ml e 200ml em algumas das nossas variedades de bebidas.
  • Em 2014 alterámos a composição da nossa marca Fanta, agora com açúcares e edulcorantes, o que implicou uma redução de 30% de açúcares. Igualmente, foi também alterada a composição de Sprite, o que significou uma redução de 80% de açúcares, apresentando atualmente um baixo teor de açúcares. Além disso, cada uma destas marcas tem, respetivamente, uma alternativa de sem adição de açúcares e zero calorias ou zero açúcares.
  • De acordo com o recente Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física (IAN-AF) 2015‑2016 (apresentado em março de 2017) [1] o contributo do subgrupo refrigerantes e néctares para a ingestão energética diária é de 2% (por exemplo o subgrupo bolachas, bolos e doces representa 10% e os produtos lácteos 10%). No que se refere ao contributo dos subgrupos de alimentos para a ingestão diária de açúcares, os refrigerantes representam 7% (o mesmo que o subgrupo iogurte e leite fermentado, mas inferior ao subgrupo doces - 16%). Quanto ao aporte de açúcar de produtos Coca-Cola para a alimentação em Portugal, a sua contribuição no total da nossa oferta de bebidas em 2016 foi 7,87 g de açúcar / 100 ml e 31,5 kcal / 100 ml, respetivamente.
  • Colaboramos no desenvolvimento de atividades que promovam uma melhor compreensão das bebidas sem açúcar e sem calorias, e que permitam ajudar os consumidores a tomar decisões informadas com base na informação contida na rotulagem das nossas bebidas.
  • As bebidas sem açúcares que a Coca-Cola comercializa atualmente em Portugal são: Coca-Cola Zero Açúcar; Coca-Cola Zero Açúcar Zero Cafeina; Coca-Cola Light sem Açúcar; Fanta Zero Laranja e Fanta Zero Limão (7% sumo de laranja e 1% sumo de limão respetivamente. Zero calorias. Sem adição de açúcares. Contém açúcares naturalmente presentes no sumo de frutas); Nestea Limão sem açúcar, desteinado e Aquabona.

[1] Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física IAN-AF, 2015-2016 (março, 2017) – Anexo 3 – Contributo dos Alimentos para a Ingestão Nutricional - https://ian-af.up.pt/sites/default/files/Anexo%203%20-%20Figuras%20Contributos%20para%20a%20Ingest%C3%A3o%20Nutricional.pdf