Para conhecermos o nascimento do refrigerante mais famoso do mundo, temos de remontar a finais do século XIX no Estado da Geórgia, em Atlanta. Era aí que vivia John Stith Pemberton, um químico e farmacêutico da cidade, cuja curiosidade fez com que criasse a fórmula da bebida mais vendida dos nossos dias.

O Estado da Geórgia foi o primeiro a adotar a lei seca nos Estados Unidos, proibindo a venda e consumo de bebidas alcoólicas durante um período prévio experimental nos anos 1886 e 1887. A indústria e o trabalho que esta representava cresciam a um ritmo considerável, e por isso aumentavam também as horas de trabalho dos trabalhadores, que exigiram produtos estimulantes que os ajudassem a superar o esforço diário.

Pemberton passou muito tempo a misturar ingredientes para criar uma nova bebida "estimulante e revigorante" (este foi o lema da Coca-Cola no início), concebida entre outros variados medicamentos e elixires da época. Mas havia algo que a distinguia: Pemberton conseguiu este sabor único que caracteriza a Coca-Cola, misturando no seu laboratório ingredientes naturais, como a folha da planta da cocaína, noz de cola e água gaseificada. Era o dia 8 de maio de 1886. 

Com o xarope num jarro, Pemberton dirigiu-se para a atualmente famosa farmácia Jacob's, onde cada copo de xarope, água gasosa e gelo começou a ser vendida ao preço de 5 centavos. Gradualmente, esta nova bebida começou a tornar-se conhecida na sociedade local e a entrar na vida quotidiana dos norte-americanos.

Neste vídeo poderás ver uma recriação da formulação original da Coca-Cola (Pemberton misturava os ingredientes à mão e a olho no seu laboratório!) e a forma como era consumida no início.

Frank M. Robinson, o contabilista de Pemberton, foi quem sugeriu o nome com o qual a bebida se tornou conhecida, tendo inclusivamente desenhado o logótipo pensando que os dois C maiúsculos iriam criar um desenho apelativo que todos iriam recordar.

Em 1888, o Doutor Pemberton foi vendendo pequenas partes da sua empresa e, pouco tempo antes da sua morte, vendeu o que restava a Asa G. Candler, cuja perspicácia fez com que comprasse outros direitos e tomasse o controlo sobre a bebida. Pemberton faleceu sem conhecer o sucesso mundial da bebida que havia criado.

O mito da fórmula secreta da Coca-Cola nasceu em 1892, quando Asa introduziu algumas alterações na fórmula original do refrigerante e as transmitiu secretamente aos seus filhos e herdeiros: desta forma, só eles poderiam fabricar a famosa bebida.

Durante 1895, a Coca-Cola passou de um elixir medicinal para se tornar num dos refrigerantes mais conhecidos da América do Norte: o seu slogan passou a ser "deliciosa e refrescante" e começaram a surgir sucursais das fábricas fora de Atlanta, expandindo-se pelos Estados Unidos e pelos países vizinhos, México e Canadá. Nesta altura, surgiram os dois primeiros engarrafadores oficiais: Benjamin Franklin Thomas e Joseph Brown Whitehead.

Já nos princípios do século XX, a Coca-Cola quis que não só a sua fórmula e sabor fossem identificáveis e únicos, mas também a sua garrafa: deveria ser curvilínea, muito reconhecível (inclusivamente no escuro ou em movimento) e não devia ter rótulos em papel.Das mãos do artesão Earl Dean nasceu a icónica garrafa Contour.

Nos anos 20, a empresa começou a engarrafar na Europa, chegando também ao nosso país.