É um marco dos 130 anos de história da Coca-Cola: a inovadora estratégia de “marca única” unifica todas as variedades da família Coca-Cola [Coca-Cola Sabor Original, Coca-Cola Zero Açúcar, Coca-Cola Light, Coca-Cola Sem Cafeína e Coca-Cola Zero Açúcar Zero Cafeína], na mesma comunicação e identidade visual. As várias bebidas partilham o mesmo estilo através do emblemático Disco Vermelho como protagonista, apenas com um detalhe de cor para identificar mais facilmente cada variante.

Mas, o que há mais de novo nesta identidade visual? Como foi criada e como tem sido o processo até ao seu lançamento? Jammes Sommerville, vice-presidente de Design Global da The Coca-Cola Company, revela os segredos.

De que forma a nova identidade visual apoia a estratégia de “marca única” da Companhia?

Esta é a parte mais tangível de todo o processo. As nossas embalagens são uns dos nossos bens mais visíveis e valiosos. Enquanto os anúncios de televisão, a comunicação digital e os cartazes publicitários são extremamente eficazes e importantes, os consumidores conseguem efetivamente tocar e sentir uma lata ou uma garrafa de Coca-Cola.

O redesign é uma nova forma de comunicar visualmente, em que o clássico Disco Vermelho centra todas as atenções e se torna no elemento comum a todas as variedades da família Coca-Cola. A nova identidade visual reforça, de maneira contemporânea e surpreendente, a ideia de que Coca-Cola é para todos, seja qual for a sua variante.

Os consumidores podem ver o Disco Vermelho da Coca-Cola a nível mundial no final dos anúncios de TV da campanha Taste the Feeling – a primeira a ser lançada sob a estratégia de “marca única” – e na publicidade que figura em outdoors e cartazes publicitários. Ao utilizar este mesmo elemento nas latas e nas garrafas, a ideia torna-se agora completa. Embora o Disco Vermelho não seja apresentado exatamente da mesma maneira, o resultado é uma etiqueta de marca consistente que atualiza o icónico e familiar Disco de uma maneira contemporânea e intemporal.

Que objetivos foram delineados no início do projeto?

Redesenhar as embalagens de Coca-Cola é um enorme desafio. Acima de tudo, era fundamental que transmitissem a estratégia de “marca única”. Também nos propusemos a ser ousados e aproveitar o poder do vermelho para construir os princípios base do design, perservando ao mesmo tempo a simplicidade e iconicidade da Coca-Cola.

Durante todo o processo, vimos claramente o Disco Vermelho como o elemento que poderia unir a marca visualmente. Coca-Cola é sempre refrescante, revigorante e deliciosa, e a presença do Disco Vermelho em todas as embalagens transmite essa mensagem. É a primeira vez em 130 anos de história que a Coca-Cola tem uma mesma identidade visual tanto nos seus produtos como na comunicação e na publicidade.

Muitas vezes perguntam-nos por que razão não nos temos centrado mais na garrafa contour, na tipografia Spencerian ou na chamada “curva dinâmica”. Todos estes elementos desempenham um papel fundamental no sistema de identidade visual da marca, mas acreditamos que o Disco Vermelho vai um passo além – eleva ainda mais o nosso património único e distinto.

Qual é a história do Disco Vermelho?

O Disco Vermelho foi introduzido pela primeira vez na década de 1930 na publicidade da Coca-Cola, que era feita à mão. Ao longo dos anos, tornou-se símbolo de excelente sabor, energia e poder refrescante. A partir de 1947, intensificou-se a associação entre a marca e o Disco; este converteu-se de alguma forma numa promessa. Porquê? Porque ao vê-lo no exterior de uma loja, bar ou quiosque qualquer, toda a gente tinha a certeza de uma coisa: no interior, era possível encontrar e beber uma Coca-Cola bem fresca e deliciosa.

Portanto, o Disco Vermelho foi a inspiração para a campanha Taste the Feeling, e agora os novos modelos também transmitem a ideia de que desfrutar de uma Coca-Cola, qualquer Coca-Cola, é uma experiência real e autêntica. 

O Disco Vermelho é o elemento visual central no design das latas e garrafas?

Sim. A grande beleza e grandeza é a cor vermelha do Disco. Todos os consumidores sabem que é símbolo de autenticidade, de um excelente sabor e poder refrescante, e agora estende-se a toda a família Coca-Cola. É uma linguagem visual comum: finalmente temos uma só voz a nível mundial.