Ainda existe, em pleno século XXI, o típico trabalho das 9h às 17h? Com o e-mail e o telemóvel tão acessíveis aos diretores e chefes, a maioria dos funcionários estão ligados ao trabalho mesmo quando estão longe da sua secretária.

Já sabes como é: perguntas rápidas chegam em forma de texto à hora de jantar sobre uma proposta que precisa de ser feita no dia seguinte. Quando dás por ti passaste o fim-de-semana a trabalhar.

As tarefas parecem não ter fim, quer queiramos ou não. No entanto, isto não se aplica somente às horas trabalhadas, mas também às relações formadas no escritório.

Essas pessoas com quem tu trabalhas não são apenas ‘colegas de trabalho’. Eles tornam-se grandes amigos. Será que isso é uma coisa má e problemática? Longe disso. Os conselhos arcaicos sugerem não combinar trabalho e lazer. No entanto, algumas pesquisas recentes contam uma história bem diferente.

Dada a quantidade de horas ao dia que cada pessoa dedica ao trabalho, seria lamentável que os colegas fossem apenas pessoas a quem dizes ‘Bom dia’ e ‘Olá’ enquanto vais à máquina do café. Ter um amigo que vês todos os dias dá muita alegria, mas ter uma amizade forte no trabalho oferece benefícios muito surpreendentes para o teu quotidiano laboral.

Ainda não estás convencido? Temos quatro bons motivos. Ora lê!

A tua produtividade dispara

A Gallup, empresa de pesquisa de opinião dos Estados Unidos, disponibilizou um questionário que incluía a seguinte questão: “Tens um melhor amigo no trabalho?”. O que eles descobriram é que ter um BFF no trabalho é um dos mais fortes fatores que influenciam a produtividade. Amizades levam a um nível de confiança e ligação que diferencia grupos de trabalho altamente produtivos de grupos de trabalho medíocres. Pensa como seria trabalhar com alguém que consideras um grande amigo; o sentimento é bem diferente quando pensas em colaborar com alguém que consideras difícil. Certo? Assim, gastas menos energia e há menos obstáculos interpessoais.

Sentes-te mais satisfeito com o teu trabalho

A perita em amizade, Shasta Nelson estuda e ensina os requisitos de amizade no seu livro, Frientimacy: How to Deepen Friendships for Lifelong Health and Happiness. Quando se trata de ter bons amigos no trabalho, a autora diz: “Na verdade, existem algumas coisas que importam mais para a nossa satisfação com o emprego do que se temos amigos no trabalho. Muitas vezes toleramos certo tipo de trabalho se gostarmos das pessoas com quem trabalhamos e, pelo contrário, sentimo-nos insatisfeitos se não nos identificarmos com essas mesmas pessoas”. Portanto, se queres gostar mais ainda do teu trabalho e ter uma motivação e força extra, foca-te em construir amizades com que te importas.

Estás melhor preparado para lidar com dificuldades

Contratempos acontecem dentro do contexto de qualquer trabalho e qualquer vida. Os trabalhadores que têm amigos com quem podem partilhar isso estão melhor preparados para recuperarem diante das dificuldades, de acordo com a pesquisa de Ron Friedman no The Best Place to Work: The Art and Science of Creating an Extraordinary Workplace. Mas onde começam essas amizades? Nelson sugere que comeces lentamente. “Eu incremento vulnerabilidade em todas as novas relações”, diz, “mas é ainda mais importante fazer isso no trabalho para ajudar a garantir que a nossa amizade cresce e permanece saudável. Assim, se sentirmos vontade de conhecer certa pessoa, o melhor é começarmos a partilhar coisas sobre nós próprios; mas isso deve ser feito lenta e cuidadosamente. Certifica-te sempre que a tua partilha é segura e mútua antes de te pores completamente à vontade.”

Torna-vos numa equipa mais eficaz

Em 1997, professores da Universidade da Pensilvânia e da Universidade do Minnesota elaboraram um estudo para verificar se as amizades no trabalho melhoraram a performance nos processos de tomada de decisão e nas tarefas colaborativas. A conclusão? Descobriram que as amizades superaram em todas as tarefas porque as pessoas estavam comprometidas a comunicar melhor enquanto trabalham e davam feedback contínuo. Além disso, davam opiniões mais críticas e construtivas. Por outro lado, os simples conhecidos foram menos propensos a pedir ajuda um ao outro. Tendo passado a sua carreira a estudar o impacte das amizades, Nelson assinala muitos dos mesmos indicadores. “Se temos amigos chegados no trabalho, sentimos uma colaboração mais segura, acreditamos que as nossas opiniões importam, envolvemos os nossos clientes e o nosso tempo é mais produtivo”

Maxie McCoy é uma escritora e oradora com uma mensagem: como encontrar e seguir a inspiração para uma vida extraordinária
 Construir amizades no trabalho, o local onde passamos a maior parte do nosso dia, tem o potencial de melhorar o sucesso profissional e pessoal, gerando um sentimento de concretização.

Maxie McCoy é uma escritora e oradora com uma mensagem: como encontrar e seguir a inspiração para uma vida extraordinária. Maxie proporciona escritas inspirativas, vídeos, e sessões personalizadas em maxiemccoy.com. A escritora desenvolve experiências curriculares e offline para o site Levo, destinado aos Millennials.