Se a tua resposta é sim, então vem conhecer os pratos típicos de 14 regiões portuguesas elaborados pelos restaurantes que aderiram à iniciativa da Coca-Cola “Adoramos a Nossa Gastronomia”.

A possibilidade de experimentares estes maravilhosos pratos que representam tudo o que de melhor Portugal tem para oferecer ocorre de 23 a 25 de outubro na Sala Tejo do MEO Arena, em Lisboa e tem o custo de apenas 2,5€.  

Para te abrirmos o apetite, vamos apresentar-te todos os pratos que podes experimentar:

Bacalhau com Broa – Braga

O bacalhau é considerado um “prato tradicionalmente português”. Pode não fazer muito sentido visto que este peixe tão tipicamente português vem da Noruega. No entanto, Portugal apoderou-se dele e, hoje em dia, existem mais de 100 receitas tipicamente portuguesas a usá-lo – porque não haveria Braga ter uma delas?  

Bitoque – Lisboa

Seja Inverno, seja Verão, um verdadeiro bitoque alfacinha é sempre a escolha. Não há prato mais simples, mais rápido de se fazer e que saiba tão bem como este bife complementado com um ovo mexido e batatas fritas. Não precisas de ir muito longe, em Lisboa o que é difícil, é encontrar um café ou restaurante que não tenha este prato no menu. Mas porquê não experimentar o melhor?

Cabrito Assado – Viseu

Será que é por o cabrito andar por montes que é associado a Viseu? Nós também não sabemos, mas pensamos que sim. A carne de cabrito é realmente única e então assada à moda de Viseu é espetacular!

Caldeirada – Costa de Prata

Associada às belas praias da Figueira da Foz, temos a caldeirada que é tipicamente comida em grandes e festivos jantares num maravilhoso fim de dia de verão. 

Carne de Porco à Alentejana – Beja

O mito pode ser que os alentejanos vivem segundo a lei do menor esforço. No entanto, unir carne de porco com ameijoas nunca soou melhor. 

Cataplana – Algarve

Sabias que as panelas utilizadas nas cataplanas têm origem Árabe? Estas panelas são muito semelhantes às utilizadas para fazer um prato típico do Norte de África, a Tajine. Devido a serem revestidas de cobre dão um sabor único à comida, sendo que transformam o marisco ou a carne que se use numa verdadeira especiaria. 

Choco Frito – Setúbal

A verdadeira terra do peixe portuguesa é Setúbal e o choco frito é das suas melhores especiarias. Melhor que um peixe grelhado também característico da região, só mesmo um choco frito com sumo de um limão. 

Entrecosto com Migas – Évora

O que podemos mais dizer da comida alentejana? É a verdadeira comida de conforto portuguesa. Se não for a oficial, soa como tal: uma bela carne de porco com migas de pão, algo te soa melhor?

Feijoada à Transmontana – Vila Real

As terras transmontanas são das mais frias do nosso país, daí terem inventado esta maravilhosa feijoada – com chouriço, farinheira, couve, três partes diferentes do porco e um maravilhoso feijão manteiga. Ao comê-la garantimos-te que consegues combater o frio…e que também não precisas de comer o resto do dia. 

Filetes de Espada – Madeira

 

Uma verdadeira especialidade e unicamente madeirenses são os filetes de espada. Costumam ser acompanhados por mais maravilhas da ilha solarenga, como banana da Madeira e molho de maracujá.

Francesinha – Porto

A verdadeira francesinha nasceu de um emigrante francês, ao tentar dar um toque diferente a uma receita tipicamente francesa. No entanto, para azar dos franceses foi criada no Porto e com todos os melhores ingredientes que Portugal tem para oferecer. Ir ao Porto e não comer uma francesinha é como ir a Roma e não ver o Papa, mas como estás com sorte podes apreciar a tua francesinha aqui em Lisboa.

Leitão – Bairrada

 

Quem vai de Lisboa ao Porto tem de parar na Bairrada e apreciar o fantástico leitão. Esta carne de porco é considerada uma iguaria devido à sua pele estaladiça e crocante e ao sabor único do leitão em forno de lenha.

Polvo Guisado – Açores

Sabias que começou a existir muito polvo nas ilhas dos Açores porque este rondava o marisco que se alimentava dos desperdícios das baleias? Não só começou a existir, mas também foi por essa razão que se iniciou a pesca ao polvo nas ilhas. Anos depois, com tanto polvo para dar, os Açores trazem um belo guisado até ti.

Sopa da Pedra – Ribatejo

Os melhores enchidos, carnes e vegetais do Ribatejo numa sopa. Podemos chamar-lhe uma sopa dos deuses…ou segundo reza a lenda, de frades? Mas tem cuidado quando a comeres, não vás encontrar uma pedra! 

Marca já na agenda e vem adorar a nossa gastronomia, cria uma história feliz para comer e prometemos-te que terás uma história feliz para contar.