1.     Por que razão a Fanta se desenvolveu em plena Segunda Guerra Mundial?

A criatividade nascida da mais extrema necessidade deu origem à Fanta, em 1941. Foi na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial. Diante das dificuldades para receber os produtos do concentrado de Coca-Cola no país, o então chefe de operações, Max Keith, incentivou a criação da nova bebida refrescante para não ter que paralisar as atividades da fábrica.

2.     O que é que um concurso tem a ver com o nome escolhido?

O nome «Fanta» surgiu num concurso entre funcionários da Coca-Cola alemã, para batizar o produto recém-criado, ainda durante a guerra. Há várias teorias sobre a escolha definitiva – a proximidade com a palavra “fantasia” é uma delas, já que foi necessário ter muita imaginação para incentivar uma bebida com os escassos recursos disponíveis durante a guerra.

3.     «Fantástico»: boato ou verdade?

Outras pessoas acreditam que o nome «Fanta» foi escolhido porque tem um significado e um som agradável e refrescante, que combina perfeitamente com a bebida. Além disso, o nome assemelha-se à palavra “fantástico”, que tem um som e uma grafia parecida em muitos países. A teoria mais comum diz que o nome «Fanta» foi escolhido porque contém sons comuns à maioria dos idiomas.

4.     O primeiro sabor

Fanta não nasceu laranja – longe disso. A bebida era produzida com os ingredientes que havia à disposição, entre eles fibra de maçã e soro de leite.

5.     Quando se tornou laranja?

E em relação à Fanta Laranja? A versão mais conhecida da bebida refrescante foi lançada pela Coca-Cola italiana, com ingredientes cítricos, na primavera de 1955. Mais precisamente em Nápoles, a 29 de abril.

Fanta com ingredientes cítricos
A nova identidade visual da Fanta

6.     Foram 30 opções de rótulo

Foram de 25 a 30 opções de garrafa e rótulo propostas pelo designer francês Raymond Loewy até que as versões finais fossem escolhidas.

7.     Expansão nos anos 50

Em novembro daquele ano, a Fanta Laranja também começou a ser vendida num outro país, na Austrália, na cidade de Brisbane. Durante 1956, mais dez engarrafadores passaram a comercializar a bebida   que foi ficando cada vez mais popular. Em 1960, a bebida já era vendida em 36 países.

8.     Os americanos só conheceram a Fanta em…

A Fanta apenas desembarcou nos Estados Unidos no outono de 1958, começando pelas cidades de Chicago, Boston e Baltimore.

9.     Conheces a Klassik?

Depois de correr mundo, a bebida reencontrou a sua Alemanha natal em 1959, finalmente na sua versão laranja. Até hoje, é possível comprar por lá a garrafa original da Fanta, a “Klassik”.

10.  Fanta Morango, Abacaxi…

O sucesso americano multiplicou os sabores da bebida. A partir de 1960, os consumidores ganharam várias opções, de morango a lima-limão, de cereja a abacaxi. Mas cada país tem as suas singularidades: a fórmula da bebida varia de acordo com cada país, as suas legislações e o gosto dos consumidores.

11. ... e Fanta Kolita

Durante muito tempo, a Costa Rica teve um sabor exclusivo de Fanta, a Kolita. Foi muito popular na América Central durante os anos 80 e 90 e ainda está disponível na Costa Rica. 

12.  E em Portugal?

A bebida chegou a Portugal em 1983. Atualmente, é associada a momentos de alegria e diversão!

13.  Fanta VS Fanta

Em Portugal, estão disponíveis: Fanta Ananás, Fanta Maracujá, Fanta Uva e Fanta GO! Laranja. Há também opções sem açúcares adicionados, como a Fanta Zero Laranja.